Momento desabafo: Puerpério infinito

mulher-triste

Tenho lido sobre puerpério e acho que ele é bem mais sombrio do que se descreve por aí.

Na minha experiência, além da montanha russa de emoções, os sentimentos estão bem aflorados, tanto o amor quanto o ódio.

O amor é fácil de lhe dar, mas o ódio é bem difícil e angustiante. Eu não estou conseguindo controlar a irritação com algumas pessoas que antes eu tolerava, agora não consigo nem ouvir a voz.

Quando escuto comentários do tipo “na minha época isso era errado”, “Se eu fosse você faria assim”, ” Se você der mamadeira ele vai ficar gordinho”, me tiram do sério de tal forma, que não consigo segurar a resposta atravessada.

Sempre quis ter uma família com marido e filho, quero aproveitar esse momento, não quero gente de fora palpitando e dando uma ajuda que eu não pedi. Claro que uma mãozinha é sempre bem-vinda, mas para isso tenho a minha mãe, minha irmã e meu marido.

Estou dedicando 100% do meu tempo para meu filho, amamento quase o dia todo, acordo 3 vezes de madrugada, para completar estou sem voz e organizando o batizado. Ok, estou estressada, e isso não tem nada a ver com puerpério, mas já vivi momentos bem mais pesados e corridos e nunca tive essas reações.

Meu filho já está completando 3 meses e eu li por aí que o puerpério é de 8 semanas… Será que meu puerpério será infinito? Será que a maternidade está me transformando em uma pessoa pior?

Espero que passe logo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s